30 de out de 2010

Eleições 2010. A mesma final de 2006: AMARELOS X VERMELHOS

Autor: Dornélio Silva

 

Shot020

Tem gente que não gosta de números, tem gente que adora números. Os números mostram a mensuração dos fatos. Gostar de gente, todos gostam (alguns de maneira diferente, mas gostam). Então, o confronto está posto, poucas horas nos separam da batalha final. E quem decidirá esse jogo? - Quem está na arquibancada, na geral, nas cabines especiais. Os dois jogadores, agora, apenas assistirão.

 

Vamos dar uma passeada nos números das eleições de 2006 e 2010. Em 2006, no segundo turno o confronto foi entre os amarelos e os vermelhos: Almir x Ana. Levou a melhor Ana Júlia. Almir Gabriel fechou o primeiro turno com 43,03% dos votos válidos, ou seja, 1.370.272; Ana fechou com 37,52% dos votos, representando 1.173.079 votos. Os outros candidatos somaram 583.152 votos, 18,65%. Almir, no segundo turno, chegou a apenas 45,07%; cresceu exatos 1,24% do primeiro para o segundo turno. Ana Júlia ganhou a eleição com 54,92% dos votos válidos, um crescimento de 17,4% do primeiro para o segundo turno. Significou que dos 18,65% dos votos de outros candidatos no primeiro turno, Ana abocanhou 17,4%. Disputavam naquela eleição Priante que obteve 14,01% dos votos; Edmilson Rodrigues chegou a 4,19%; além de Atnágoras e Raimunda Odilena que juntos chegaram a 0,45%. Priante (PMDB) apoiou Ana no segundo turno. Por ironia dos números, em 2006 Almir tinha 15 partidos que compunham sua coligação; Ana tinha cinco partidos apenas. Hoje, 2010, Ana Júlia tem 15 partidos na sua coligação mais Almir Gabriel (2º. Turno); Jatene tem sete partidos.

 

Nesta briga de 2010 entre amarelos e vermelhos, amarelos estão levando ampla vantagem. Jatene fechou primeiro turno com 48,92%; Ana fechou com 36,05%. Em 2006 ela obteve no primeiro turno 37,52%. Lá ela era oposição; hoje é governo com uma rejeição acima de 50%. Os outros candidatos somaram 15,03%. Pelas análises de nossas pesquisas internas, Jatene deve abocanhar em torno de 13% dos votos desses candidatos; Ana Júlia em torno de 2%. O candidato Juvenil (PMDB) que obteve 10,81% dos votos válidos está apoiando Jatene. A história se inverte.

 

Em 2006, a abstenção no primeiro turno foi de 19,82%, representando 824.058 eleitores. Em 2010, a abstenção cresceu, chegando a 21,18% (1.008.981 eleitores). A abstenção no segundo turno de 2006 foi de 24,1%, ou seja, 1.003.679 eleitores deixaram de votar. Portanto, em 2006 houve um crescimento do primeiro para o segundo turno de 4,28% na abstenção. Nesta eleição, não será tão diferente, apesar do feriadão.

 

Em 2006, os vermelhos cantaram vitória com poucos partidos lhes apoiando; em 2010, os amarelos cantarão vitória com poucos partidos lhes apoiando. Vamos ao campo neste 31 de outubro de 2010. Vamos jogar o jogo democrático!!