12 de nov de 2010

Nota de esclarecimento da EMATER-PA

NOTA DE ESCLARECIMENTO

 

Com relação às informações que foram publicadas e comentadas no seu blog no dia 09 de novembro de 2010, a respeito de placas que foram afixadas em vários locais dentro do pátio dos escritórios local e regional da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) no município de Monte Alegre, onde continham frases e expressões de baixo escalão e ofensivas aos princípios éticos e morais, seguem alguns esclarecimentos.

 

A diretoria executiva da Emater esclarece que, repudia qualquer tipo de conduta que fere os princípios éticos e morais, e principalmente àquela que tenha o objetivo de denegrir a imagem de servidores e da instituição pública que há 44 anos preza pelo desenvolvimento da agricultura familiar no Estado com responsabilidade social, ambiental, econômica e ética. O fato ocorrido não representa a filosofia de trabalho da Empresa.

 

Segundo relatos do coordenador do escritório local em Monte Alegre, Elienai Cardoso, as placas apareceram estranhamente no dia 03 de novembro.

 

De acordo com o técnico, ao chegar pela manhã no escritório local fora surpreendido com a presença de placas que estavam afixadas em várias partes, todas com conteúdos ofensivos à instituição, à moral pública e indiretamente aos funcionários, o que causou grande constrangimento aos servidores e aos agricultores que chegavam ao escritório para serem atendidos.

 

Ao tomar conhecimento do ocorrido a diretoria executiva da Empresa, acionou imediatamente o departamento jurídico para apurar o crime e tomar as devidas providências, porque acredita que o fato viola o bem estar público e fere os princípios da ética e moral. Um boletim de ocorrência já fora registrado na delegacia de polícia civil no município onde ocorreu o fato.

 

Portanto, a direção da Emater lamenta o ocorrido e se coloca à inteira disposição da imprensa para esclarecer verdadeiramente os fatos.

 

Assessoria de Relações Públicas e Imprensa
Marituba, 11 de novembro de 2010