23 de fev de 2011

CARTA ABERTA DA JPSDB/PA À DIREÇÃO NACIONAL DO PSDB

Exmo. Sr. Deputado Sérgio Guerra,

 

O nosso partido é amplamente reconhecido como uma agremiação que possui grandes quadros e excelentes gestores. Não à toa, o PSDB elegeu em 2010 nada menos do que oito governadores de Estado. São territórios onde - todos somados - reside aproximadamente metade da população brasileira.


Contudo, o PSDB tem falhado terrivelmente, ao longo dos últimos oito anos, na tarefa de enfrentar os descalabros realizados pelo governo do Partido dos Trabalhadores. É inconcebível num regime democrático, em que uma força política oposicionista que diz ter - e o PSDB tem! - um projeto de Nação, não haja o devido enfrentamento de questões cruciais levantadas pelo governo.


Explica-se: a oposição, e o PSDB em especial, assistiram passivamente à diária desconstrução do governo chefiado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, assim como à sua própria demonização. Consoante a este processo, houve o soerguimento do mito "Lula", sem que surgisse uma única voz de contraposição a esta farsa.


Neste período, desfilaram impávidos os lacaios do patrimonialismo, zombando das instituições do país, sem o menor constrangimento. E o desempenho errante dos oposicionistas em muito contribuiu para este desfecho.


O governo tucano transformou o Brasil. Foi, sem dúvidas, a administração mais importante no sentido de modernização e de consolidação democrática e institucional do país nas últimas décadas. Entretanto, este conhecimento não pode ficar restrito aos nossos filiados. Há que se levar essa informação a cada brasileiro. Infelizmente, não foi o que ocorreu nos últimos anos.


Com efeito, o governo Dilma começou e já mostrou a que veio. Pode-se resumir seus primeiros 30 dias de gestão nos seguintes termos: aumento dos juros, pressão inflacionária, contingenciamento dos recursos do Orçamento, loteamento de cargos públicos, escândalo do SISU-ENEM - apenas para citar os principais.


Porém, apesar de todas essas lambanças praticadas pelo novo-velho governo, o silêncio das forças de oposição é o que mais incomoda. Não se trata nem de conceder aqueles famosos 100 dias de trégua, visto que - como o próprio Lula disse na campanha - o governo Dilma é tão somente a continuação do governo Lula.


Assim, a Juventude do Partido da Social Democracia Brasileira - Pará, reconhecendo o Senador Aécio Neves como quadro político de alcance nacional do PSDB, do alto de seus sete milhões de votos, entende que Sua Excelência é a pessoa mais indicada e deve aceitar o desafio de liderar, no Congresso Nacional, as forças de oposição ao governo petista, além de trabalhar pela união interna e reestruturação do PSDB.


Diz o velho adágio latino que "verba docent, exempla trahunt": as palavras ensinam, os exemplos arrastam. E não há melhor exemplo para as bases partidárias do que a atuação incisiva de uma grande liderança - no caso, liderança de oposição.


Uma oposição que deve agir de maneira aguerrida, contundente, firme! que não se negue a discutir as grandes questões do país, mas que não se curve aos desmandos do governo; que defenda a história do PSDB; que seja comprometida com a social-democracia contemporânea e com as bases partidárias; que levante a bandeira da democracia, da ética na política e da integridade das instituições republicanas; que apresente e debata com o povo brasileiro um projeto de país, enfim.


"Longe das benesses do poder, mas perto do pulsar das ruas": o ensinamento do nosso eterno líder Mário Covas há de estar mais presente do que nunca em nossas mentes e corações. O caminho está aberto, basta seguir em frente.

 

Cordialmente,

 

RAIMUNDO RODRIGUES DA SILVA
PRESIDENTE

 

ARY OSVALDO B. DE CARVALHO FILHO
VICE-PRESIDENTE

 

VANESSA DANIELLE MARTINS DA SILVA
SECRETÁRIA-GERAL

 

PABLO CÉSAR C. DE A. SAMPAIO
TESOUREIRO

 

THIAGO GOMES DOS REIS
COORDENADOR DE MOVIMENTO ESTUDANTIL DE ENSINO MÉDIO

 

VICTOR CLÁUDIO PICANÇO
COORDENADOR DE MOVIMENTO ESUDANTIL DE ENSINO SUPERIOR

 

ANDRÉ MÁRCIO DE SOUZA NÉRI
COORDENADOR DE ARTICULAÇÃO POLÍTICA

 

EMERSON SANTOS DA LUZ
COORDENADOR DE MOVIMENTOS SOCIAIS

 

MARCUS VINÍCIUS ATAYDE
COORDENADOR DE COMUNICAÇÃO

 

BRUNO LOPES DE CARVALHO
COORDENADOR DE FORMAÇÃO POLÍTICA

 

ANDERSON DIAS
COORDENADOR DE MOBILIZAÇÃO

 

ANDRÉ SANTOS
REPRESENTANTE DO PARÁ NA JPSDB NACIONAL