2 de fev de 2012

Apoio de Suely Oliveira turbina a posição de Puty nas prévias do PT

shot015

Aconteceu o que todos no PT temiam, principalmente Alfredo Costa, Paulo Rocha e Cia: a Auditora da Sefa, ex-secretária de estado, suplente de deputada estadual do PT e secretária de movimentos sociais do PT estadual, Suely Oliveira entrou na briga pela disputa da indicação petista para disputar a prefeitura de Belém.

Suely faz parte da DS, tendência interna do PT que abriga Ana Júlia, Cláudio Puty, Edilson Moura, Marquinho e outros. Suely foi chamada a responsabilidade pela DS, para ajudar no que a própria tendência petista avalia como a sua maior e mais difícil disputa dentro do PT, que é levar Cláudio Puty a vencer as prévias do PT-Belém e por consequência ser candidato a Prefeito da capital pela legenda.

O que pesa contra esse apoio de Suely a Puty?

Todos no PT sabem muito bem o que Suely passou nas mãos dos irmãos Monteiro (leia-se Marcílio e Maurílio), e do próprio Puty, com aval da então governadora Ana Júlia.

Para quem não sabe Suely Oliveira era a virtual candidata da DS para disputar a vaga de deputada federal em 2010, pois em 2006 conquistou mais de 50 mil votos concorrendo ao cargo, votos estes que levaram Ana Júlia a chamá-la para compor seu secretariado.

Desde então começou o seu agonizante calvário politico: ela primeiro foi "convidada" a retirar seu nome da disputa federal para ajudar o Puty; viu sua base ser cooptada pelos benefícios do poder via Puty; teve sua secretaria desidratada financeiramente; teve a sua candidatura de deputada estadual preterida para a DS apoiar Edilson Moura; viu seu cargo ser oferecido em troca de apoio da base aliada.

O resultado dessa sangria política foi pouco mais de 20 mil votos que lhe garantiram uma 2ª suplência de deputada estadual pelo PT.

Sem apoio e isolada dentro do PT, longe das discussões das prévias petistas, Suely passou o ano de 2011 vendo de longe a sua querida DS preparar uma estratégia eleitoral capitaneada pelo seu algoz nº 1, Cláudio Puty.

Então todo mundo quer saber o que pesa a favor desse apoio?

Suely foi vereadora de Belém por dois mandatos, secretária de estado, duas vezes Presidenta do PT-Belém (X da questão), presidiu diversos sindicatos e centrais sindicais, seus berços políticos. Ela é o que todos dentro do PT conhecem como uma autêntica militante petista, forjada na luta de classe, na luta do povo.

Ela tem uma qualidade ímpar que não é mais vista dentro do PT: quando desce para a base e pega o microfone, ninguém segura: ela desmonta discursos, empolga a militância, convence na fala e tem uma capacidade de mobilização muito maior que Puty e Ana Júlia juntos e, principalmente, é disciplinada.

Com base nisso o Puty e a DS enxergaram na “companheira” Suely a sua tábua de salvação: sabendo que não poderiam fazer o discurso antidireita (leia-se PMDB/Jader), escalaram ela para fazê-lo, e, diga-se de passagem, tem feito muito bem.

Nos 10 dias que antecedem as prévias petistas, Suely conseguiu um feito incrível: reuniu lideranças petistas históricas, verdadeiros leões adormecidos, e para elas tem mostrado uma capacidade de superação de problemas do passado. Junto com Puty tem feito o discurso de que Alfredo Costa representa submissão aos interesses de Jader/PMDB, que ele é o candidato do Jader para vice do Priante, discurso este que tem conquistado corações e mentes petistas, inclusive criando dissidências importantes na campanha de Alfredo Costa/Paulo Rocha.

Estes fatos podem ser comprovados no site e blog do Puty, com fotos e declarações de apoio para sua candidatura. Suely conseguiu virar o jogo a favor do Puty praticamente aos 40 minutos do segundo tempo.

Ele sabendo disso, agora anda todo prosa, prestigia todo evento que Suely tem organizado, de uma simples reunião com militantes, uma plenária, até tomar água de coco na esquina, colou em Suely de tal maneira que a militância não sabe se vai votar no Puty ou na Suely. Mais uma coisa é certa, todos querem saber até quando vai durar essa lua de mel.